PAREI.

PAREI.

Parei de perguntar o porquê das coisas e comecei a colocá-las em prática.

Chega de reclamar das coisas que eu não consigo fazer e começar a acreditar que eu tenho ao meu lado aquele que pode me ajudar a passar por qualquer obstáculo, mesmo parecendo impossível, pra mim é, pra ele não.

Chega de limitar os meus sonhos, pois eu sei que os sonhos Dele são ainda melhores.

A cada passo que eu der, eu quero agradecer.

Pelo ar que tenho pra respirar.

Pelas pernas que me levam para qualquer lugar.

Pelos olhos que me deixam ver o sol, a lua, as estrelas, cada vida, cada sorriso.

Pela boca que fala, mesmo que as vezes mais do que outras.

Pelos ouvidos que se deliciam com uma bela melodia, e que podem estar atentos para ajudar aqueles que precisam falar.

Pelas mãos que escrevem; que podem segurar, que podem amparar.

Pelos braços fortes que tenho, hmm…

Pelo frio, e pelos casacos que me aquecem.

Pela fome, e pelas gostosuras que eu posso comer…

Pela minha família que com tanto amor me faz parte de todos os meus dias.

Pelos meus amigos, que alegram meus dias.

Pelos problemas que me fazem amadurecer.

Pelas dúvidas que me faz depender dAquele que tem o controle de todas as coisas.

Pela alegria que sinto, sem explicação, pelo simples motivo te ter um Deus que me permite todas essas coisas.

E a lista não acaba por aqui, mas é preciso que que sempre se acrescente a cada passo um novo item.

Sendo assim eu paro de fazer coisas que vão me retroceder.

Prossigo.

Agora em uma nova caminhada.

marianaemerimblog

Quem?

Acorda. Agradece e intercede pelo dia. Levanta. Faz sua higiene pessoal. Prepara o café para sua família. Mesmo sendo a casula gosta de preparar surpresas. Seus pais acordam para trabalhar. Acordam irritados, apenas pegam um pedaço de pão e logo – mesmo sem se despedir ou agradecer – saem pela porta. Ela ora baixinho, pedindo a proteção, e no futuro a rendição. A irmã mais velha ainda tem um tempo de sobra para apreciar o café, mas logo vai trabalhar. Tudo é tão rápido. Ela limpa. Organiza. Sai para trabalhar. Ao chegar ao batente sabe que ninguém vai notar seu corte de cabelo novo, o vestido que paquerou meses e pode comprar com suas economias, nem se interessam pelas novas cores de esmalte que chegou à sua manicure, ou ainda, ninguém percebe o novo par de brincos que está usando. Ao finalizar um serviço dificílimo recebeu elogios, porém, muitas reclamações. Quantas vezes a mesma história, quantas vezes se sentiu invisível. Não sendo notada por ninguém. Não sendo vista. Neste momento ela percebe.

Percebe que existe alguém, que logo de manhã ela buscou, e no mesmo momento Ele decidiu acompanhá-la pelo resto do dia. Estava lá dando forças no momento de levantar, na hora de preparar o café. Ouviu sua petição incansável pelos pais, e também se prontificou a protegê-los. Ele estava presente quando ela se sentia sozinha. Ele a acompanhava no trabalho. Sabia de tudo, não só do corte de cabelo, mas também de quantos fios ainda restara, do esforço que fazia para comprar presentinhos que lhe faziam sentir-se mais bela, Ele conhecia cada detalhe, cada pormenor, Ele apreciava sua fé, ele apreciava o seu esforço em fazer o melhor de tudo. Ele era, e é o mais importante. Ele deve ser a quem devemos querer impressionar. Ele deve ser o motivo da nossa alegria, da nossa força, do nosso agir.

marianaemerimblog

Quebra-cabeça

Existem pedaços que sempre vão ser levados, mesmo que você não queira – pedaço de bolo não conta, porque normalmente você faz para serem levados – mas pedaços de quem você foi, pedaços do seu coração. Pode até ser dolorido, mas com o tempo a ferida fecha, cura, e a cicatriz faz a lembrança do sofrimento tornar-se crescimento – uns 10 cm quem sabe – de muita maturidade, e de experiências de vida.

Existem coisas que precisam ir em pedaços, como diria Jack Estripador, se trabalhasse no correio de cargas humanas. Mas não somos nem Jacks e nem do correio.

A vida se transforma em quebra-cabeça onde você só vê a obra de arte quando estiver montada por completo, pedaço por pedaço encaixada de forma perfeita.Mas você não é apenas roubado, eu mesmo, vivo roubando, são manias, são jeitos, expressões, são brincadeiras, são pequenas coisinhas, que nem percebemos.

A partir desses pequenos furtos, somos transformados diariamente. Somos pessoas que mudam – na vontade de Deus – pra melhor. ELE é o MELHOR. Pedaços, de calçadas, lembranças e sonhos.

marianaemerimblog